PT | EN

A instalação multidisciplinar mais recente de Sahar Damoni, Nawa, continua a investigação em torno da liberdade sexual e reprodutiva, autonomia corporal, e o impacto do aborto em mulheres árabes. Caminhando entre sons e sensações semelhantes a uma neblina no fundo do subconsciente, a peça levanta questões como: será que o corpo se lembra? E será que o corpo será alguma vez livre?

Nawa explora dimensões autobiográficas intangíveis e os efeitos psicológicos que antecedem o aborto em intervenção cirúrgica, observando os procedimentos utilizados na anestesia em pacientes e quais os estados físicos e mentais que estes podem induzir, focando-se especificamente no fenómeno de estar "acordado" ou "consciente" durante o efeito da anestesia. Em Nawa, Sahar constrói um ambiente performativo onde o corpo é o centro, conjurando as dualidades do prazer e da dor, consciência e subconsciência, enquanto contempla uma nova forma de recuperação. A coreografia combina movimento, fotografia e vídeo, som e material têxtil para creat diferentes camadas de experiência que abrangem o pessoal, o comunitário e o político.  

Ficha Artística / Técnica

Coreografia, conceito e performance
Sahar Damoni

Assistência à Criação
Sarah Holcman

Fotografia e Vídeo
Corinna Rosteck

Desenho de Luz, Edição Vídeo e Cenário
Oded Komemi

Figurinos
Elizaveta Dulkin

Som
Recorded sounds, OSHO Kundalini Music by Deuter, Acid Arab

Sonoplastia
Sarah Holcman, Sahar Damoni

Comunicação Internacional e Desenvolvimento
Katherina Vasiliadis

Olhar Externo
Dieter Jaenicke

Apoio
Beit-Hagefen, Haifa; PACT Zollverein Residency Program; South East Dance, RAPPORT Dance Residency; fabrik Potsdam, Made in Potsdam 2023; Holland Dance Festival; Goethe Institute Tel Aviv; Frauenkirche-Stiftung Dresden; Kulturbehörde der Landeshauptstadt Dresden; The Lottery Council for the Arts; Suzanne Dellal Centre; Independent Dance, Siobhan Davies Studios & Sadlers Wells, London, UK.

Agradecimentos
Dieter Jaenicke, Bozica Radjenovic, Ayman Daw, Frida Daniely, Nizar Khmra, Kamel Shaaban, Mohamd Salim, Liza Makhouli, Jumana Bishouty, Nizar Elias, Lishay Shechter, Marýa Wethers

© Dirk Rose

Sahar é palestiniana, árabe, cristã, bailarina, coreógrafa e professora. O seu trabalho foca-se nos desafios das mulheres na sociedade árabe e palestiniana. É licenciada em Dança & Movimento na KCDC. As suas peças já foram apresentadas globalmente: NYC, PS/II, GER, IR, IT, UK, MX. Em 2022, foi selecionada para uma residência artística no PACT. Em 2024, vai estrear a sua nova criação no Holland Dance Festival, seguindo uma tour na Frauenkirche, em Dresden (GER), Fabrik Potsdam, e no Brasil. 

Sahar Damoni

Newsletter