CORTADO POR TODOS OS LADOS, ABERTO POR TODOS OS CANTOS

Gustavo Círiaco

Brasil
Convento da Saudação
06 FEV 2018 a 18 FEV 2018

CORTADO POR TODOS OS LADOS, ABERTO POR TODOS OS CANTOS, nova criação de Gustavo Ciríaco, convida o público a uma jornada rapsódica pelos territórios que configuram o teatro como espaço cénico, sociológico e arquitectónico e o tangenciam com o mundo que corre em suas imediações. Pensada como uma peça site-specific, CORTADO | ABERTO é uma tour itinerante pelo teatro enquanto escultura expandida, como campo de posicionamento, encenação e manipulação do real, em que o lugar de onde o espectador-visitante vê algo, constrói-lhe a apreciação, imaginação e o seu próprio teatro em deambulação. Como uma escultura, onde o corte é via de acesso a uma fruição e a uma conversa com o seu entorno, o teatro é este lugar múltiplo que acolhe pessoas em diferentes plataformas de interacção e distintos agentes em operação. À guisa das esculturas relacionais dos minimalistas, Donald Judd e Robert Morris, onde havia a inclusão de elementos de apelo interativo, o projeto pretende descolar os elementos de criação de teatralidade para outros espaços e dispô-los como provocadores de performatividade. Uma espécie de teatro explodido, onde o público ativa e é ativado pela sua posição no espaço, pelo seu ponto de vista. Um teatro é re-esculpido com os elementos que o distinguem, desenham e tornam concreto.

Concepção e direção artística Gustavo Ciríaco
Assistência de direção e Produção Executiva Catalina Lescano 
Intérpretes e colaboradores Ana Trincão, Gustavo Críaco, Rodrigo Andreolli, Sara Zita Correia e Tiago Barbosa
Desenho de Som Bruno Humberto
Desenho de luz Tomás Ribas
Cenografia Sara Vieira
Management e comunicação Jesse James
Produção e Gestão Anda&Fala - Associação Cultural 
Coprodução Teatro Nacional Dona Maria II, Alkantara Festival 2018 Residências de criação Walk&Talk Festival de Artes, 23 Milhas - Centro Cultural Ílhavo
Apoio à Residência Teatro Micaelense, O Espaço do Tempo, Devir-Capa
Residência de pesquisa Universidade Federal de Campinas – UNICAMP, através do seu projeto Artista Residente