Tudo o que temos são estes corpos

Tiago Rodrigues e Cia. Instável

Portugal
Convento da Saudação | Montemor-o-Novo
15 JUL 2013 a 21 JUL 2013

 

Desafiado pela Companhia Instável a dirigir uma criação, Tiago Rodrigues vai, pela primeira vez, escrever uma peça para (e com) bailarinos.


Nos últimos anos, os trabalhos deste dramaturgo e encenador têm sido marcados pelo gesto de criar narrativas e ficções a partir de documentos reais ou históricos, usando duma qualidade subversiva e poética que nos faz recordar o poder transformador do teatro. Outra marca dos trabalhos de Tiago Rodrigues é o questionamento da condição dos próprios intérpretes, que resulta dum processo de contornos muito colaborativos, onde o espaço de intervenção criativa de toda a equipa acaba por se inscrever fortemente na obra.


Indo ao encontro de fazer dialogar o seu trabalho com um elenco efémero de bailarinos, Tiago Rodrigues irá escrever uma peça que trata os corpos dos intérpretes como documentos históricos a partir dos quais se pode construir uma narrativa que fala não apenas da nossa intimidade mas, também, das grandes questões económicas, políticas e sociais das últimas décadas.


Direção artística e texto | Tiago Rodrigues
Assistência de direção | Mafalda Deville
Cenografia e desenho de luz | Thomas Walgrave
Música original e sonoplastia | Alexandre Talhinhas

Registo e montagem de vídeo | Bruno Canas
Desenho e execução de figurinos | Alunos da ESAD – Licenciatura em Design de Moda, coordenação de Paulo Cravo e Maria Gambina
Intérpretes l Bruno Alexandre, Diletta Bindi e Liliana Garcia
Estagiários l Ana Beatriz Dias e Renato Gomes