Gravidez de Risco

Maria João Rodrigues

PT
Convento da Saudação
03 MAI 2016 a 15 MAI 2016

Um personagem grávido em processo de redefinição de identidade de género, que levanta questões múltiplas associadas à autoestima e estrutura social; num processo de alteração significativo que corresponde à imagem que tem de si próprio. Uma futura mãe­pai, suas preocupações, cuidados e respectivos gestos, cujo sentido se move pela imposição de mudanças físicas e emocionais contínuas, múltiplas, imprevisíveis e radiosas.

Gravidez de Risco interroga as nossas liberdades e preconceitos; evoca quatro status do corpo do personagem e suas três transformações de forma empática e subversiva. A peça oferece uma paisagem subversiva sobre a transexualidade, desaloja os impasses, compondo o real abrindo novos horizontes.

Motivação

O propósito desta peça é proporcionar a discussão sobre a transexualidade. Este trabalho surge da necessidade de entender os tempos atuais no âmbito do corpo (de certa maneira, o corpo ocidental): indivíduo vs. estrutura colectiva, com base em novas e antigas instituições, mediado por factos e crenças mitológicos, econômicos e científicos, em constante mudança e transformação.

Direção Artística, Coreografia e Interpretação: Maria João Rodrigues

Desenho de luz: Zeca Iglésias

Música: Gregory Bertrand aka Alveolis

Figurinos: Maria João Rodrigues

Apoio à dramaturgia: Marta Cerqueira

Fotografia de Divulgação: Florent Hamon

Gestão de projecto: Heurtebise

Parcerias institucionais: O Espaço do Tempo; Garage 29