HALE

Aleksandra Osowicz, Filipe Pereira, Helena Martos Ramírez, Inês Campos e Matthieu Ehrlacher

As virtude
BlackBox - Montemor-o-Novo
01 JUL 2013 a 05 JUL 2013



HALE é uma robusta construção volátil ao nada, é uma manifestação contraditória no momento de se fazer existir: é um fascinante veneno. A sua hibridez é um ponto de encontro entre o naturalmente artificial e o artificialmente orgânico. É uma amplificação microscópica de um vírus inevitável.

Chamamos-lhe estudo para um organismo artificial. Propomo-vos darem-lhe outros nomes.


Criação e interpretação: Aleksandra Osowicz, Filipe Pereira, Helena Martos Ramírez, Inês Campos e Matthieu Ehrlacher
Assistência artística: Patrícia Portela e Luís Guerra
Design sonoro: Matthieu Ehrlacher

Desenho de luz: O colectivo
Figurinos: O colectivo
Apoio à criação: Fórum Dança /Edifício
Agradecimentos: Eira 33, O Rumo do Fumo, Loïc Touzé, António Campos, Joana Leal, Teresa Silva,
Pablo e Miguel