JAGUAR

Marlene Monteiro Freitas em colaboração com Andreas Merk

Portugal e França
BlackBox d'O Espaço do Tempo
17 SET 2015 a 27 SET 2015

"Jaguar é o nome dado a alguns cavalos, uma peça de dança e um teatro de marionetas. Em Jaguar somos marionetas e enquanto tal, manuseados e acionados. Confiar-nos-emos a outrem e às suas mãos: Mandinga d' Soncent, Wolfli, Blaue Reiter, Prince, Shoenberg, entre outros, que apesar de radicalmente diferentes, não serão mais do que uma extensão de nós próprios. Jaguar é um excerto, uma cena de caça, ou ainda, uma cena de caça assombrada." – Marlene Monteiro Freitas

 

Coreografia | Marlene Monteiro Freitas em colaboração com Andreas Merk Interpretação | Marlene Monteiro Freitas, Andreas Merk

Luz e Espaço | Yannick Fouassier

Som | Tiago Cerqueira

Cavalo (objeto cénico) | João Francisco Figueira

Pesquisa | João Francisco Figueira e Marlene Monteiro Freitas

Produção | P.OR.K (Lisboa, PT)

Difusão | Key Performance (Estocolmo, SE)

Co-produção | Zodiak - Center for New Dance (Helsinki, FI), CDC Toulouse/Midi-Pyrénées (Toulouse, FR), Alkantara (Lisbon, PT), HAU - Hebbel am Ufer (Berlin, DE), MDT (Stockholm, SE) in the frame of  [DNA] Departures and Arrivals, co-funded by the Creative Europe program of the European Union; Teatro Municipal do Porto Rivoli (Porto, PT);  Arsenic (Lausanne, CH);  Maria Matos Teatro Municipal (Lisboa, PT);  O Espaço do Tempo (Montemor-o-novo, PT);  Les Spectacles Vivants - Centre Pompidou (Paris, FR); Festival Paris quartier d´été (Paris, FR); Espaces Pluriels (PAU, FR); A-CDC (Art Danse - CDC Dijon Bourgogne (FR), La Briqueterie - CDC du Val-de-Marne (FR), Le Cuvier - CDC d'Aquitaine (FR), L'échangeur - CDC Picardie (FR), Le Gymnase - CDC Roubaix - Nord Pas de Calais (FR), Le Pacifique – CDC Grenoble (FR), CDC Paris Réseau Danse (FR), Pôle Sud - CDC Strasbourg en prefiguration (FR), CDC Toulouse/Midi-Pyrénées (FR), CDC Uzès danse (FR))

Apoio residência| STUK (Leuven, BE); Tanzhaus Zurich (Zurich, CH)

Apoio | Trafó (Budapeste, HU); ACCCA – Companhia Clara Andermatt (Lisboa, PT)