Nevoeiro

Luís Guerra | Bomba Suicida

Portugal
Convento da Saudação | Montemor-o-Novo
01 MAI 2013 a 10 JUN 2013

"A concentração em uma só coisa, até à exclusão de tudo o mais, é uma forma de Unidade." - Assírio & Alvim, Contos do país dos Sufis
Nesta performance, Luís Guerra concentra-se na composição de movimentos. Desde pequeno que Luís deseja dançar. Vê na arte da dança uma das maiores e mais amplas formas de expressão artística. Aquilo que apreendemos do movimento dos corpos humanos é para ele imensamente rico, por ser vago. Assim, ambiciona criar uma obra de dança que fale por si só, sem necessitar de palavras, pois a necessidade de verbalizar nada mais é que uma limitação. Num mundo onde a Razão é continuamente levada à exaustão, é imprescindível apelar à Intuição, à Emoção, ao Indizível. Nevoeiro quer ser uma dança onde o espectador sinta e veja coisas que não saiba classificar. Quatro bailarinos vestidos às riscas protagonizam este árduo desafio.

 

Ficha Artística

Concepção e coreografia Luís Guerra
Interpretação Jácome Silva, Lander Patrick, Luís Guerra, Teresa Silva
Desenho de Luz Zeca Iglésias
Banda sonora original Régis Estreich
Produção Bomba Suicida
Produção e difusão Andreia Carneiro
Assistência de produção Mafalda Jacinto
Apoio (residências) PACT Zollverein, O Espaço do Tempo, Centro Cultural do Cartaxo, DeVIR – CAPa
Apoio Governo de Portugal/Secretário de Estado da Cultura – DGArtes