Um Inimigo do Povo

Tónan Quinto

Portugal
Convento da Saudação | Montemor-o-Novo
15 DEZ 2014 a 21 DEZ 2014

 

 

"Então, o que pensa disto, Dr.? Não acha que chegou a hora de arejar e de sacudir toda esta pasmaceira, esta covardia, este ser-e-não-ser?"*

 

 

Em Um Inimigo do Povo (1882), Ibsen expõe de uma forma directa e crua a colisão do indivíduo com o colectico; da minoria com a maioria; a ruptura de um individuo que descobre uma verdade, e confrontando a maioria apercebe-se de que esta, manipulada pela imprensa e pelo poder, prefere viver na mentira. Discussões familiares, corrupção, manipulação política, assembleias populares, apedrejamentos, tudo isto acontece quando o Dr. Stockmann, no início da peça, descobre que as águas da estância balnear (fonte de receitas da cidade) estão infectadas. No fim descobre também que a própria cidade está podre, e mesmo sendo expulso insiste em ficar para "educar" a sociedade; acreditando que, um dia, podem a vir a ser melhores: como indivíduos e como colectivo. Podemos?

 

É sobre este questionamento que queremos trabalhar: sobre as verdades individuais/verdades colectivas; minoria/maioria; o sentido desta democracia em que nos pedem para participar e termos um julgamento livre. E somos mesmo livres? Quem tem o poder? E no teatro? E todos os dias...?

 

Apesar de ser uma peça baseada na argumentação e na palavra, a sensação com que ficamos no fim é que temos de agir:

"Para um caso de tanta importância... o bem-estar de toda a cidade... não é altura para ficar parado."*

*in Um Inimigo do Povo, de Henrik Ibsen

 

 

X

Autor : Henrik Ibsen

Direcção artística: Tónan Quito

Interpretação: Filipa Matta, Isabel Abreu, João Pedro Vaz, Pedro Gil, Tiago Rodrigues

Cenografia: F. Ribeiro

Desenho de luz: Daniel Worm d’Assumpção

Espaço sonoro: Pedro Costa

Figurinos: José António Tenente

Co-produção: S. Luiz Teatro Municipal / Teatro Viriato

Parceria: Truta

Residências artísticas: O Espaço do Tempo, Teatro Viriato

 

Em Lisboa, estreia a 3 de Junho até 14 de Junho no S. Luiz Teatro Municipal

Em Viseu, a 9 10 de Outubro no Teatro Viriato