Assombro

Ana Rita Teodoro

Portugal
Convento da Saudação | Montemor-o-Novo
06 OUT 2014 a 18 OUT 2014

ASSOMBRO foi programado no Festival de Materiais Diversos 2013 de Tiago Guedes sobre o formato "site-specific" apresentado em diferentes Museus. Com o convite do Théâtre de Vanves para criar uma peça de palco a partir de ASSOMBRO, nasce a peça "Fantôme Méchant" que aprofunda a questão da imagem feminina e dos seus gestos de emancipação. A estreia está marcada para 2 de Fevereiro 2015 no Festival Ardanthé (http://www.theatre-vanves.fr/discipline/artdanthe/).

A sombra de um país não larga o seu corpo. Presente mas ignorada, essa sombra é parte integrante do sujeito e da sua identidade cultural. Ana Rita Teodoro cria uma série de quadros vivos. Imagens fixas, onde a canção emerge de uma voz deslocada da sua boca. "Assombro ou Fantôme Méchant" tenta compreender pela dança e a reactivação de cantos tradicionais portuguesas, os fantasmas que nos assombram hoje. Chamá-los, ouvir as suas vozes e por meios de dissociação, procurar a transgressão.

Orientadas nas canções de mulheres, as canções foram seleccionadas a partir dos registos de Giacommetti (anos 60/70) e do projecto actual de Tiago Pereira MPAGDP. Um pretexto para falar de "Assombro" como crise de identidade, como meio de transgressão das condições femininas. Que lugar resta para as canções do passado, em perigo de serem esquecidas nos arquivos? Canções engolidas pelo tempo, reivindicam a sua voz actual.