LABORATÓRIO DE ESCRITA PARA TEATRO

Teatro Nacional Dª Maria II

PT
Convento da Saudação

O Laboratório de Escrita para Teatro tem, este ano, a sua terceira edição. Seis novos autores começam a trabalhar em outubro com Rui Pina Coelho, tendo como moldura temática O quotidiano do homem comum e outras coisas sem importância. 

A 27 de fevereiro de 1949, na sequência da estreia de Morte de um caixeiro viajante, Arthur Miller publica, no jornal New York Times, o ensaio "A tragédia e o homem comum". Nesse texto, Miller reclamava a dignidade do homem comum e da sua vida anónima e banal, colocando-o no centro da vertigem trágica. Com efeito, e nesse sentido, a segunda metade do século XX trará para um lugar central da dramaturgia uma nova tipologia de herói: o desalinhado, o marginal, o rebelde sem causa, o zé-ninguém, pulverizando definitivamente a noção de herói trágico. Este ímpeto trará o quotidiano, o insignificante e o ordinário para o palco, afastando-nos dos dias fatais das histórias trágicas, e depositando-nos definitivamente nos dias fractais de um infra-dramático que testemunha e narra a epopeia da vida humana.

//

O Laboratório de Escrita para Teatro/TNDMII surge integrado num programa mais lato de apoio a dramaturgias emergentes e ao incentivo à nova dramaturgia portuguesa, consistindo, este laboratório, na aproximação de jovens autores dramáticos a processos de partilha, experimentação e colaboração que possam desafiar, influenciar e estimular a escrita original de um texto para teatro. Esta iniciativa tem como objetivos:
-Promover a escrita original para teatro, considerando a especificidade da escrita dramática nas práticas cénicas contemporâneas.
- Estabelecer uma prática de discussão e diálogo cúmplice entre o dramaturgo e os outros intervenientes num processo de criação teatral.
- Incentivar o aparecimento e a consolidação profissional de novos autores dramáticos.
- Promover a escrita e a apresentação pública de textos cénicos, abrindo os ao contacto com o público.

coordenação Rui Pina Coelho
residência artística O Espaço do Tempo