Sociedade Antiga Filarmónica Montemorense Carlista

Portugal

A Sociedade Antiga Filarmónica Montemorense "Carlista" é oriunda de um grupo de filarmónicos que teria sido organizado na primeira metade do séc. XIX, por volta de 1830 sob a regência de Carlos Simões, do qual deriva a sua alcunha de "Carlista".

A falta de estradas e transportes, o isolamento da vila e as muitas festas nela realizadas, foram os factores preponderantes para que o referido grupo se organizasse. Conhecido simplesmente pelo grupo do "Mestre Carlos", foi progredindo, até que a 30 de Junho de 1861, vários elementos de posição social acharam oportuno fazer do grupo uma Sociedade. E assim ela fica denominada " Sociedade Antiga Filarmónica Montemorense". A legalidade oficial da Sociedade que arrasta consigo a tradição de antiga, proveniente da antiguidade do grupo filarmónico, entra na sua efectivação a 21 de Abril de 1862, que é a data da carta régia que aprova o seu primeiro estatuto.

A Sociedade Carlista é provavelmente a mais antiga associação cultural de Montemor-o-Novo e conta com 151 anos, celebrados a 30 de Junho de 2012, ao serviço da cultura, do recreio e do desporto montemorenses. Música, teatro, dança, damas, bilhar, cartas, são algumas das actividades desenvolvidas dentro das suas 4 paredes.

Do seu seio saíram inúmeros músicos e actores que "pulverizaram" a cultura de Montemor-o-Novo por todo o concelho e pelo país a fora.

Nos dias que correm a Carlista conta como seu expoente máximo com a sua Banda Filarmónica, composta por cerca de 45 elementos, e com uma escola de música onde é ensinada música gratuitamente a cerca de 30 jovens.

Em Março de 2006 e 2008, participou nos Concursos de Bandas do Ateneu Artístico Vilafranquense onde, no último ano, obteve o honroso 2º lugar.

Nos anos de 2010 e 2011, fez parte do espectáculo "As Lágrimas de Saladino" do Coreógrafo Rui Horta, com várias actuações pelo País inteiro, nomeadamente no Centro Cultural de Belém, Centro Cultural Vila Flor (Guimarães), Cine Teatro Curvo Semedo (Montemor-o-Novo), Teatro Virgínia (Torres Novas), Teatro Municipal de Portimão e Teatro Nacional de S. João (Porto).

É seu Maestro João Afonso Cerqueira, Chefe da Banda Sinfónica da Guarda Nacional Republicana.

Em Junho de 2011, pelos seus 150 anos, a Câmara Municipal de Montemor-o-Novo decidiu atribuir à Sociedade Carlista a Medalha de Mérito Municipal, pela sua "Contribuição Notória para o Engrandecimento e Dignificação do Nome do Município".

Em Outubro de 2012 a Sociedade Carlista foi agraciada com a Medalha da Ordem Hospitaleira de S. João de Deus, grau prata, pela sua perseverante e dedicada colaboração com a Ordem.